VOLTAR

Biblioteca pública: como manter a organização do espaço físico?

Biblioteca pública: como manter a organização do espaço físico?

Publicado em 13/10/2021

A biblioteca pública de uma cidade, escola ou universidade precisa estar sempre muito bem-organizada. Caso contrário, fica difícil para que os leitores e estudantes encontrem os livros e outros materiais que buscam.

Entre outras funções, o bibliotecário é o responsável por gerir a organização da biblioteca. Por isso, é importante que você, que atua nessa área, defina bem os protocolos e critérios do acervo.

Criamos este conteúdo para que você saiba exatamente como aproveitar melhor o espaço físico da sua biblioteca e promover melhor experiência para todos. Acompanhe!

6 dicas para manter uma organização da biblioteca pública impecável!

Quando falamos em organização de um espaço público, precisamos pensar desde o projeto arquitetônico até fatores de manutenção diária. Veja algumas dicas práticas!

1 - Aprimore a aproveite o projeto arquitetônico

É muito importante que o espaço da biblioteca pública seja bem projetado. É preciso pensar nesse ambiente não apenas como um local expositor de livros, mas sim como uma área para compartilhar experiências e construir conhecimentos.

Por isso, é importante pensar em transformar o local em um ambiente aconchegante e tranquilo.

Por conta do fator educativo e acolhedor que a biblioteca pública tem, principalmente em escolas e faculdades, é importante que o seu projeto de interiores vá além das prateleiras que abrigam livros e outros volumes.

A biblioteca precisa contar com espaços que sejam convidativos para uma leitura mais intimista, como um local com sofás e mesinhas, onde os alunos da instituição de ensino possam permanecer entre uma aula e outra, por exemplo.

Além disso, a biblioteca pode oferecer salas fechadas para estudos em grupo. Caso tenha condições, esses espaços podem ser equipados com computadores e outros recursos tecnológicos.

Por falar em tecnologia, é importante que a biblioteca pública tenha computadores disponíveis para os usuários. Além de servirem para localizar as obras físicas mais rapidamente, os equipamentos contribuem para a implementação de um acervo virtual da instituição.

2 - Adote um processo de catalogação e organização

Em nossas estantes pessoais, podemos organizar os livros de acordo com cores, tamanhos e ordem alfabética, entre outras formas que nos agradem.

Nas bibliotecas públicas é diferente, pois há um padrão que deve ser seguido. Se você estudou Biblioteconomia, é bem provável que já tenha ouvido falar no Sistema Decimal de Dewey, não é mesmo?

Criado pelo bibliotecário norte-americano Melvil Dewey, em 1876, esse método de catalogação utiliza três dígitos principais para classificar o tema de cada livro.

O primeiro, na casa das centenas, estabelece a área mais abrangente à qual a obra pertence. O segundo, na casa das dezenas, é uma subárea. O terceiro, por sua vez, é a subárea da subárea.

Em seguida, são apresentados números, em ordem crescente, conforme mais obras são adicionadas ao acervo.

No Sistema de Dewey, portanto, os temas abrangentes dos livros são estabelecidos por algarismos de 0 a 9. São eles:

  • 0: Ciência da Computação, Informação e Trabalhos Gerais;
  • 1: Filosofia;
  • 2: Religião;
  • 3: Ciências Sociais;
  • 4: Idiomas;
  • 5: Ciências;
  • 6: Tecnologia;
  • 7: Arte e Recreação;
  • 8: Literatura;
  • 9: História e Geografia.

Esse é um dos métodos mais utilizados nas bibliotecas de todo o mundo. Portanto, convém se aprofundar nele para manter a o acervo da sua instituição sempre atualizado e organizado.

3 - Conte com um bom software de gestão

É muito importante que as bibliotecas públicas contem com bons softwares de gestão, que possibilitem a automação de toda a parte administrativa.

Além disso, o sistema de gestão deve permitir o controle de todo o acervo. Assim, o bibliotecário e os demais colaboradores poderão saber se uma obra está emprestada ao estudante ou não, por exemplo.

Os usuários também devem poder acessar parte do sistema e consultar os códigos Dewey dos livros que desejam procurar. Assim, saberão exatamente em quais prateleiras as obras se encontram.

4 - Elabore políticas de empréstimos

As políticas de empréstimos devem ser claras e objetivas nas bibliotecas públicas. Para começar, os usuários devem ter um cadastro completo, contendo dados para contato, como o telefone e o e-mail.

Dessa forma, caso a devolução dos títulos não ocorra no prazo determinado, será possível entrar em contato com o usuário e solicitar que ele devolva os exemplares que pegou emprestado.

Para evitar atrasos na devolução, você apode criar políticas de penalização. Defina, por exemplo, um valor a ser pago de multa pelo usuário a cada dia em que ele atrasar a entrega de um livro.

5 - Tenha um colaborador responsável pela organização diária

A biblioteca pública precisa contar com um ou mais colaboradores, subordinados ao bibliotecário, que serão responsáveis pela organização diária do espaço.

Esses profissionais devem pegar os livros que foram devolvidos no balcão e colocá-los de volta nas prateleiras, de forma correta, seguindo a padronização adotada pela biblioteca.

O colaborador também precisa verificar se os usuários não deixaram livros sobre as mesas de uso comum. Caso haja exemplares espalhados, eles devem ser recolhidos e guardados.

Leia também:

>> Os benefícios do MARC 21 para a sua biblioteca virtual
>> MARC21: conheça esse sistema de catalogação para bibliotecas virtuais

6 - Mantenha a higiene e a limpeza

A higiene e a limpeza são fundamentais para a boa organização de uma biblioteca pública. Esse processo deve ser feito todos os dias, em todas as áreas do estabelecimento.

Para que os livros durem mais tempo, também é necessário retirar o pó dos exemplares com frequência. Isso evita que eles fiquem com mau cheiro ou com manchas amareladas.

A limpeza das capas deve ser feita, no mínimo, duas vezes ao ano. Para isso, recomendamos passar um pano levemente umedecido com álcool em gel e deixá-las secar antes de colocar os exemplares novamente nas prateleiras.

Com todos esses cuidados e protocolos, temos certeza de que a biblioteca pública sob sua responsabilidade será muito mais organizada e se tornará uma referência em obtenção de conhecimento.

Agora que já sabe como manter uma biblioteca física em perfeito estado e muito mais atrativa aos leitores. Aproveite para conhecer a Biblioteca Virtual da Pearson e faça um teste gratuito de 30 dias!

Compartilhe nas redes

Notícias falsas: como o bibliotecário pode combatê-las?

Nas instituições educacionais, o bibliotecário tem um papel importante no combate às notícias falsas. Veja como proceder!

LEIA SOBRE

User Experience (UX): qual a importância na Biblioteca Virtual?

Você já ouviu falar em UX? Conheça esse conceito e saiba como faz diferença na biblioteca virtual da sua instituição de ensino superior!

LEIA SOBRE

5 formas de tornar uma biblioteca virtual acessível para deficientes visuais

Ter uma biblioteca acessível na sua IES é uma forma de abrir portas para novos alunos. Saiba como a tecnologia pode ajudá-lo nisso!

LEIA SOBRE